sexta-feira, 27 de julho de 2012

Dona Figueira



Sacerdotisas da Deusa


São espíritos com apresentação feminina que vieram em uma ou mais encarnações como sacerdotisas ou seguidoras dos antigos cultos pagãos onde se cultuava a Deusa ou grande Mãe.
Muitos espíritos se converteram ao culto do divino masculino. Muitas dessas conversões foram forçadas pelo derramamento de sangue nas mais terríveis torturas, e as mulheres convictas em suas crenças e fortes o suficiente para bancarem o custo de serem quem eram, não aderiram a nova religião, e o resultado todos nós sabemos: a fogueira.

Muitas dessas fogueiras eram feitas com pedaços de madeiras da árvore Mãe dos Figos. A Figueira. Devido a parábola bíblica em que Jesus condena a figueira que não deu figos. Então os cristãos associavam a algo amaldiçoado assim como as hereges.
A Lua, à Lilith, à serpente, ao próprio instrumento de imantação lasciva usado por Satanás envolvidos na crença da antiga religião, fez com que as mulheres perdessem seu espaço e respeito. Não podiam mais usar seus conhecimentos sobre a magia natural. Infusão, orações ou mantras eram considerados feitiços do demônio.
Suas vidas se resumiam em filha, esposa e mãe.

Pombo Gira da Figueira são sacerdotisas, feiticeiras, curandeiras. Não são consideradas guardiães de falanges, pois existe Mulambo da Figueira, Padilha da Figueira, Figueira do Lodo. Mas são presença constante em terreiros, mesmo sem incorporação.
São o triunfo da luz sobre as trevas.
São guardiães queridas e compreensivas, recebem oferendas em baixo de árvores, se possível figueiras, de preferência nas sextas-feiras, dia tradicionalmente consagrado às Deusas e aos feitiços amorosos. Essas oferendas incluem o figo especialmente se for para Dona Maria Mulambo da Figueira, vinhos, maçãs, pêras, pêssegos, tamarindos, romãs, incenso, velas de diversas cores, dependendo do pedido ou trabalho realizado   rosas vermelhas, orquídeas, lírios, jasmim, ervas e especiarias, mel, perfumes. Suas oferendas não incluem o padê de pomba gira.
Não recebem oferendas em encruzilhadas.
Podem usar as cores verde, dourada, vermelha, negra, branca e roxa. 
Costumam trabalhar com pó de magia, óleos, filtros e poções. Ervas, sal terra, água e outros elementos.
Seus pedidos atendem amor, saúde e prosperidade.

SALVE DONA FIGUEIRA!

2 comentários:

  1. Olá amor, interessante o texto sobre Dona Figueira. Ela é quase uma cigana, se posso dizer assim, pois recebe frutas diversas como oferendas, além de velas de diversas cores. Não sabia nada sobre esta pombogira, muito interessante para mim, pois até então eu achava que se fazia padê e outras comidas tradicionais de EXÚ. Obrigado por nos esclarecer sobre essa pombogira, gostaria muito de pedir que colocasse algo à respeito de Exú Caveira, tata caveira e etc... Beijão meu amor e sucesso!

    ResponderExcluir
  2. Voce pode me escrever sobre o exu da figueira ? ele é o meu e eu nao sei nada sobre o mesmo , obrigada beijos

    ResponderExcluir